Estado Mínimo e o poder elitista sob nações para uma Nova Ordem Mundial

estado minimo corporacoes elite global

Já expliqm outrs artigo que os EUA é uma grande labaratório do capitalismo selvagem, explorador ao mundo. É a nação onde as grande oligarquias conseguiram sua grande utopia de poder, que é controlar o estado, conhecido pelo termo “Estado mínimo”.

O povo americano em sintese é o mais idiota possível, nasce escravo, vive escravo e termina sua vida como escravos dos bancos e se justificam para sí, com a falacia capitaista do “.

Más vamos apenas fazer aqui uma pequena abordagem de um tema que é bem mais amplos e complexo, que em outros tempos, outros autores trarão mais evidencias deste grande balaio de gato illuminati.

Estado Mínimo e a lógica

No contexto, estado mínimo quando as corporações passam a dominar o estado. No contexto de serviços públicos por exemplo em maioria, não é o estado que contratam os futuros funcionarios públicos por meio de processos seletivos e sim as corporações que fazem isso, como terceirizadas do estado, sem salários justos, benefícios e instabilidades.

Quer dizer, se pisar na bola é rua, não há aquelas seguranças e instabilidades que há nos serviços público como conhecemos aqui no Brasil e em outros países. Como exemplo, num supor; um professor a ganhar 5.000 mil reais, mais beneficios. No estado mínimo o salario do funcionario cai para uns 3.500 e sem os benefícios. Ou melhor, o Estado paga pelos mesmos serviços e que são lucrados por tais corporações.

É uma forma de dividir as riquesas do país com as corporações ao invez do povo.

corrupcao corporacoes politica estado
corrupcao corporacoes politica estado

A Corrupção generalizada

Políticos corruptos é uma aberração para qualquer tipo de governo, e não é justamente essa desculpa em diversos países que tentam introduzirem o Estado mínimo em seus países pelos políticos de direitas com a falacia de que governos “mais estados” favorecem a corrupção.

Só que políticos corruptos podem ser tirados do poder além do prejuizo de acabarem presos. Diferente no estado mínimo que vai permitir o gananciosos sempre no poder. Sim, e levando pelo lado extremo, cada presidente trocado á cada quatro anos, más as corporaões sempre ali no poder. Eles se tornam reis destas nações indiretamente, além de permitirem uma corrupção generalizada, onde políticos são agraciados por seguirem certos contextos que irão beneficiar sempre estas elites, e jamais serão vistos como alguém que aceitou certa propina para prejudicar o povo.

Assim é nos EUA.

Tudo em redor dos lucros

Podermos entender os prejuizos morais universais deste monopolio quado vemos políticas serem criadas visando apenas os lucros de tais corporações como no exemplo do que fez e faz corporações como a dos Rockefellers pela industria farmaceutica que passou a perseguir qualquer tipo de pesquisas envolvendo as formas naturais de curas pela plantas.

Resumindo no fim das quantas, não está se construindo uma sociedade mais justa, idônea e fraterna e sim uma população de escravos, levados aos matadouros com belos sorrisos no rosto com a crença de que são vencedores.

Simplesmente porque o sistema corrupto pelos lucros passam a criar mais problemas do quê soluções, que no caso seria dar fim a diversas patologias que destroem de forma rápida diversas familias e vidas. E isso é apenas a ponta do iceberg, quando colocamos em evidencias a segurança pública, o meio ambiente, as informações divulgada pela sua midia e diversas outras mais.

Serviços públicos

saude publica cara no estado minimo
Mulher quebra perna entre vagões e pede para não chamar ambulância.

Esse caso recente mostra como é o estado mínimo no setor da saude dos EUA. Tudo é pago, desde consutas, remedios e outras assistencias. As corporações lucram nas costas dos contribuintes que em maioria dos casos acabam ficando dependentes destes sistemas impurrados a força pelo estado.

Recentemente numa plataforma de trem na parada de um vagão, uma mulher quebrou a perna e pediu para que não chamassem a ambulância na cidade de Boston (EUA). Justificando o preço de tal assistencia que é cobrada dos cidadães.

Segundo o The New York Times, em 2012 o custo mediano de ambulância por viagem de paciente nos EUA estava entre US$ 224 (R$ 873,00) e US$ 2.204 (R$ 8.500).

No Brasil, o serviço é oferecido de maneira gratuita pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), criado em 2004.

comercio saude estado minimo
comercio saude estado minimo

E nesta imagem acima, deixado em vermelho a referencia clara da verdade sobre os serviços públicos nos EUA. Além do cidadão de que pagar impostos, ainda tem que contar com o presente de grego do estado, lhe impondo a submissão ao comercio explorativo das corporações.

George Soros, Google, Microsoft, Facebook, ABC, NBC, CBS, Disney, The New York Times, Fundation Rockefeller, The Washington Post, Amazon, The Clinton Foundation e, ironicamente, toda a equipe editorial do Huffington Post, são algumas das empresas elitistas que possuem carta branca dentro do estado para explorar o mercado numeroso dos cidadães americanos pagadores de impostos.

São elas que envolvidas com diversas organizações governamentais como é o caso da CIA, á promoverem intervensões em diversos paises gerando guerras, ditaduras, genocidios e opressões para expandir seus campos de atuações comerciais.

Obama Care

O presidente Barack Obama foi um dos presidentes que tentatou revolucionar neste ponto com a criação de seu programa ObamaCare que tinha a intenção de diminuir os preços dos planos de saude, tornando mais acessível ao público ao povo. Por essa intenção acabou sendo tachado de socialista ao comunismo por seus opositores.

Vejam: O que é o Obamacare e por que a regra opõe Biden e Trump

amor antinacionalista politicos direita
amor antinacionalista politicos direita

Exportando estado mínimo

Tanto democratas como republicanos nos EUA são ultra-nacionalistas e permeiam suas políticas em favor dos interesses americanos.

Diferindo aqui do Brasil, nossos ditos repúblicanos, conservadores de extrema e centro esquerda como PSDB e PMDB são ao contrario. Trabalham por interesses próprios e externos.

Parece até uma agenda sistemática quando analizamos fundo, suas objeções políticas quando o centro esquerda consegue (sempre mais faceis) ao poder, trabalham para desvalorizarem setores, para que com a desculpa possam coloca-las a vendas pelas privatizações. Da mesma forma segue a direita fiel seguidora ao amor e nacionalismo americo. Ambas seguem as mesma agendas neoliberais, muitas vezes até desunidas por cada qual com seus interesses próprias, más unidas nos mesmos ideais ambiciosos, corruptos e anti-nacionalistas.

Sempre no uso de seus bordões fakenews; como uma das principais intenções mais importante a privatização do SUS e outras.

“Quanto mais produtivo é o mercado, mais rápido a economia cresce e mais riqueza ela gera. E o livre mercado é tão produtivo que ele é capaz de aguentar por muito tempo um enorme crescimento da tributação e um grande agigantamento do poder estatal – até chegar a um ponto em que ele inevitavelmente irá ceder. (E este é exatamente o momento que os EUA estão vivendo agora).”

E também nas falacias de que o apíce da economia dos EUA em seu primeiro lugar ao mundo, deve-se por conta do Estado Mínimo, ignorando a realidade armamentista dos EUA e seu mercado bilhonario tendo o estado como seu melhor cliente.

Estado mínimo e as guerras

mercado-global-venda-armas

De acordo com o Instituto Internacional de Pesquisa para a Pazde Estocolmo , o gasto mundial total em despesas militares em 2018 foi de US$ 1.822 bilhões. 36% desse total, cerca de US$ 649 bilhões, foi gasto pelos Estados Unidos. [35] A privatização da produção e invenção de tecnologia militar também leva a uma relação complicada com pesquisa e desenvolvimento significativos de muitas tecnologias. Em 2011, os Estados Unidos gastaram mais (em números absolutos) em suas forças armadas do que os próximos 13 países juntos. [36]

Uma tese semelhante ao complexo militar-industrial foi originalmente expressa por Daniel Guérin , em seu livro de 1936 Fascism and Big Business , sobre os laços do governo fascista com a indústria pesada. Pode ser definido como “uma coalizão informal e mutável de grupos com interesses psicológicos, morais e materiais adquiridos no desenvolvimento e manutenção contínuos de altos níveis de armamento, na preservação dos mercados coloniais e nas concepções estratégico-militares dos assuntos internos. ” [41] Uma exposição da tendência foi feita no livro de Franz Leopold Neumann , Behemoth: The Structure and Practice of National Socialism em 1942, um estudo de como o nazismo chegou a uma posição de poder em um estado democrático.

Dentro de décadas de sua criação, a ideia do complexo industrial-militar deu origem a outros complexos industriais semelhantes , incluindo o complexo industrial-animal, complexo industrial -prisional, complexo industrial -farmacêutico, complexo industrial de entretenimento e complexo médico-industrial. [42]: ix-xxv Praticamente todas as instituições em setores que vão desde agricultura, medicina, entretenimento e mídia, até educação, justiça criminal, segurança e transporte, começaram a reconceber e reconstruir de acordo com modelos capitalistas, industriais e burocráticos com o objetivo de realizar lucro, crescimento e outros imperativos. De acordo com Steven Best, todos esses sistemas se inter-relacionam e reforçam uns aos outros. [42]

brasil-pais-nova-era-pais-paz-mundial

Nossa bandeira não será vermelha

Como já explicamos em outros de nossos artigo, uma país realmente destinado ao país da Nova Era em espiritualidade ao mundo, como promovedor da paz mundial, jamais deverá ser uma imagem da Besta (EUA), fantoche de uma elite genocida e promovedora de guerras e conflitos no mundo em favor de seus lucros e supremacia geopolitica.

Portanto, o Estado minímo hoje tão utópico das elites brasileiras que querem dominar o país para si, é um grande caminho aberto para a corrupção pior do que a de políticos que se vendem, más das piores mentes, orquestradoras de diversos tipos de males a sociedade sem Deus em favor dos lucros. Isso é capitalismo.

Mais:

https://oglobo.globo.com/epoca/denis-r-burgierman/coluna-a-grande-mentira-que-te-contaram-sobre-estado-minimo-24373746

https://portalclubedeengenharia.org.br/2020/01/31/as-graves-consequencias-do-estado-minimo/


Artigos Relacionadas:

Os Protocolos dos Sábios de Sião e a Agenda Reptiliana na terra

Estudo recente da Casa Branca confirma que ricos pagam menos impostos

EUA denunciados como ‘o maior vendedor de sigilo financeiro’ pelos Pandora Papers

Negacionismo pandemico covid 19 – A doutrina da Morte !

MBL e Sérgio Moro em missão das grandes corporações imperialistas

Avalie este artigo, clique nas estrelas para votar ! post