Marca da besta, imagem e número – A verdade 666 sem misticismo

marcas bestas imagem besta numero besta apocalipse

A maioria das pessoas interpretam a número da besta ou o famoso número “666”, em conjunto com a marca da besta e a imagem da besta, dogmatizando-se como sendo uma mesma coisa. Bom; o que temos a revelar aqui é uma visão que foge dessa linha de pensamento, na conclusão unânime de que este três símbolos se tratam apenas de um micro-chip eletrônico.

Deus e o Diabo

batalha-entre-deus-diabo-na-terra

“..Para trás de mim, Satanás, que me serves de escândalo; porque não compreendes as coisas que são de Deus, mas só as que são dos homens.” (Mateus 16:23)

– O Evangelho representa renovação, não somente espiritual pela religião, mais para com uma mentalidade moral mais desenvolvida.

Portanto, ser cristão representa em primeiro lugar; crer numa crença espiritual mais aperfeiçoada, e toda ideia que se apegue a ritos e não valoriza o amor e humildade em todas as sua manifestações; más as ambições mundanas, a cólera, a ignorância e o os ódios entre os seres, representa Satanás; ou melhor a “involução“, por isso estão atrás de Cristo.

O Número da Besta

numero besta falso cristo 666
numero besta falso cristo 666

Um dos planos dos trevas para o domínio da cristandade, foi simbolicamente denunciada pelas profecias de João em no livro de apocalipse.

“Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis.” (Apocalipse 13:18)

-A referência direta é o número 666, referindo á algum homem em especial, e a nescessidade de sabedoria que nos leva as escrituras hebraicas onde encontramos duas referências a este numero.

Uma é em (2 Crônicas 9:13) que diz; “..Ora, o peso do ouro que se trazia cada ano a Salomão era de seiscentos e sessenta e seis talentos..”, e a outra passagem está (Esdras 2:13) “Os filhos de Adonikam, seiscentos e sessenta e seis..”.

– O judaísmo utiliza quatro métodos nas interpretações de simbolismos que são; P.shat, Remez, Drash e Sod. LEMBRANDO QUE: Salomão era filho descendente de Davi e Adonikam no hebraico, significa literalmente “Meu Senhor se levantou” e que o numero 6 é mesmo o numero do homem no judaísmo e não de forma literal.

– O número 6 –

* homem foi criado no SEXTO dia

* Ao homem foram apontados 6 milênios antes da Era Messiânica

* O homem trabalha 6 dias, e depois vem o Shabat

* O número 6 também é associado à palavra hebraica Sheker (mentira)

– Portanto, o número 6 é associado àquilo que é mundano ou falso, dando maior ênfase com o uso de três dele na revelação !

Num nível DRASH, chega-se a conclusão de que seria criado um FALSO CRISTO (ou Anticristo), que também afirma ser descedente de Daví, pois também foi assim SALOMÃO, e que este também se levantou dos MORTOS. Como foi com o Cristo Romano (papado medieval – “sentou no templo de Deus”), que perseguiu, matou, perseguiu e genocidou milhares em nome de Deus.

Veja aqui: O Anticristo e o Oitavo Rei do Apocalipse

A Marca da Besta

marca-da-besta-apocalipse-666

“E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas,..” (Apocalipse 13:16)

– As marcas da besta possui seu sentido literal naquilo que é designado como o toque mortal e simbolicamente é semelhante as marcas ou sinal de Deus, só que forma inversa, descrito no velho testamento (Êxodo 13:9) como os princípios morais e religiosos internos de uma classe de homens, que por seus atos honravam o criador.

Isso se concentrava na primeira aliança sitentizada nos 10 mandamentos e não apenas no sábado como tentar definir os Adventistas do 7º dia, puxando a interpretação para o lado dogmático de suas crenças. Seria um absurdo dizer que contextos como “não matarás” deve ficar de fora do selo de Deus.

Concluindo que os povos pagãos da época viviam sobre a ética do mais forte, da espoliação de outros povos e seres fruto da ignorância humana, e simbólicamente aos ideais da marca da besta.

Marca ou Selo de Deus

selo deus marca de deus
selo deus marca de deus

“E te será por sinal sobre tua mão e por lembrança entre teus olhos, para que a lei do Senhor esteja em tua boca; porquanto com mão forte o Senhor te tirou do Egito.” (Êxodo 13:9)

– Como já se diz; “Sinal” ou marca, sintentizando nas características que predominam a moral dos seres; como por exemplo: a ignorância, cólera, ganancia de poder, luxúrias, avarezas de todas formas, sexualidade mórbida, mentiras, intolerâncias, corrupções e outras para os marcados da besta. Bem como pelo contrario, o sinal do cordeiro ou “selo de Deus” são: o amor, caridade, fraternidade, confraternização, união, verdade, justiça, a concórdia, mansidão, humildade, tolerância, o respeito mútuo ás diversidade, a natureza e a vida em todas as suas manifestações e outras, centradas no EVANGELHO puro.

– Mão direita e na testa –

Na mão seria gravado a marca da besta, como diz a profecia, só que na mão direita representando um simbolismo indicando os seguidores de Jesus (vejam: Mateus 25:33) ou seja: a degeneração do cristianismo pelos cristãos, nos atos (mão) e pelas consciências (testa).

– Comprar e Vender –

“Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome.” (Apocalipse 13:17)

É quando a essência moral, cultural e social dos cristãos seriam controladas e impostas por doutrinações com a ajuda dos falsos profetas da religião do anticristo, que lhes ditam o que deve ser assimilado religiosamente através de culturas consumíveis (bíblias, livros, cds, roupas e etc) por (imposição). Por isso o termo “para que não possam comprar ou vender”.

Afirmando que as pessoas de tais sistemas, não possuem o controle de suas individualidades e livre arbítrios, por causa do poder de influência destas lavagens cerebrais que não permite a liberdade de consciências para até adiquirirem formas de consumos culturais religiosos diferenciados.

Vejam: Qual é a bíblia verdadeira, Católica ou Protestante ?

– E hoje ainda mais em conjunto com o espírito materialista do consumo, pelas doutrinas de prosperidades, que acabam fortalecendo ainda mais o poder das ELITES, que lucram com uma sociedade totalmente escravizada.

A Imagem da Besta

imagem-da-besta-apocalipse

“….dizendo aos que habitam na terra que fizessem uma imagem à besta que recebera a ferida da espada e vivia.” (Apocalipse 13:14)

A primeira besta do apocalipse (Apocalipse 13:1) foi a própria Igreja Romana Medieval, ver “A Besta do Apocalipse” e segunda é o próprio Protestantismo Americano, uma imagem da primeira besta ou “cópia”, que surgiu tempos depois e domina toda a cristandade hoje com seus extremismos e enganos.

– Imagens Vivas –

“E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta.” (Apocalipse 13:15).

– O poder de Roma estava centrado no cargo mais alto da igreja, denominado de Papado, mais a SEGUNDA BESTA seria pior, pois centraria seu poder em vários outros individuais, pois o contexto “ALMA E FALAR”, nada mais é do que antiga idolatria ás imagens de fundição, mais que desta vez possuiriam vontades próprias ou seja; “vivas”, materializado nos próprios pastores e bispos de muitas denominações que são tidos como verdadeiros Deuses na terra.

– Matar todos sem a Imagem –

Assim todos aqueles que não seguem suas doutrinas e determinações teológicas são condenados, ou seja “MORTOS”, ou “NÃO CRISTÃOS”, pois a vida fora do Evangelho representa a “Morte”(Ezequiel 18:27 e João 5:24). Por isso o contexto profético ..fizesse que fossem mortos todos”.

Portanto a imagem da Besta nada mais é do uma alusão a uma “cópia”, uma pós continuação dos princípios anti-fraternos do antigo predomínio bestial romano medieval centrado nos antigos bispos, padres e papas e da igreja romana.

O Cristo Romano e crença da morte

666-guerras-igreja-nome-deus

Diante de diversos crimes da igreja romana, podemos deixar em evidência as cruzadas, financiado pelo papado na tentativa de defender a terra santa das chamada invasão arabe. Milhares de cristãos insentivados por esta fé cega, já que as escrituras eram de acesso só para sacerdotes, facilitando as manipulações religiosas, cometeram atrocidades, asssassinatos, morreram e mataram centenas em nome desse falso cristo dos homens.

Más na era cristã, livres da crença judaica como ensinou Paulo, na verdade, não deveria ser admitido rituais e crendices que fazem parte das “obras da lei“, como apego a amuletos, misticismo e outros, muito menos a dita, “terra sagrada“. Então, logicamente numa outra realidade, os cristãos daquele período nutridos pela verdade, jamais deveriam terem se metidos nas questões geopolitica de Israel da forma como foi.

Assim podemos concluir que as crença da ignorância produz não só a morte simbólica como também a morte literais de muitos pelas guerras, conflitos, ditaduras, opressões e outras.

E hoje não é de ignorar cristãos modernos adulando antigos cruzados como uma espécie agentes da divindade justificados pela verdadeira fé e também se auto declaram como guerreiros modernos numa nova cruzada contra outros infiéis como é o caso do Islã.

Os Anticristos

anticristos-modernos-falsos-cristãos

Paulo e os primeiros evangelistas pregando em sua época, tiveram primeiro como principais opositores a classe sacerdotal judaica, que na lógica não aceitavam que Jesus era o Messias prometido e encarnado entre os homens, por isso foi afirmado:

“Porque já muitos enganadores entraram no mundo, os quais não confessam que Jesus Cristo veio em carne. Este tal é o enganador e o anticristo.” (2 João 1:7)

– Além de não aceitarem Jesus como o messias, os próprios faziam de tudo para impedir a pregação da boa nova, como explicou Paulo em: (1 Tessalonicenses 2:15-16).

– E assim hoje em dia como uma outra cópia, se criou-se seitas cristãs judaizantes que por ignorância de seus administradores, sem saberem honram estes fora da graça, admitindo a penetração de tais doutrina das Obras da Lei no cristianismo.

Veja: Cristãos evangélicos sionistas e o seus ideais anticristãos

falso profeta apocalipse
falso profeta apocalipse

Profecias enganosa

Já mais adiante do tempo, após a consolidação da nação americana e por seu impeto imperialista, os elementos nescessários para o corrompimento de um tipo novo de cristianismo que se tornaria mais popular que o catolicismo seriam plantados.

Com o plano de domínio das terras santas, os banqueiros sionistas Rothschilds especializados em golpes no mundo, financiaram Sirrus Scolfiels, teólogo protestante americano, em sua bíblia de referências pelas ideias de Darbyn, criando o dispensacionalismo, que alimentava as ideias sionistas e contextos nacionalistas a Israel moderna para os cristãos como local de cumprimento das profecias de uma suposta segunda redenção aos judeus, retorno as suas terras e local da segunda volta de Jesus.

Como isso, os cristãos da época (1918) apoiaram incondicionalmente a tomada de terras do palestinos, injustiças e genocídios feito a eles. Oficializando assim no tempo o surgimento dos Cristãos sionistas !

Vejam: A origem cristã sionista e as influências satânicas Rothschild

cristaos-sionistas-idolatria-lei

Os Marcados da Besta

Os marcados da Besta são os cristãos sionistas está bem claro isso, em maioria, caracterizando uma religião fundada na 2º Besta (Nação EUA).

Os adventistas do Sétimo dia até acusam essa nação, más não interpretam tudo que está sendo exposto aqui, que você passa a saber nos mínimos detalhes o do porquê, levando em consideração os símbolos bíblicos e até seu teor geopolítico.

Nos EUA não só fundou a crença cristã sionista oficializada, além de ser intervensionista que usam guerras de domínios de recursos alheios. Um imperialismo só comparado históricamente com Roma.

Entre as crenças retrocessas da religião da 2º Besta estão:

– A Doutrina Inerrância Bíblica –

Por esta ideia que na verdade tem um fim de controle dos fiéis, os lideres protestantes definem que todas as escrituras judaicas provem direto da boca de Deus, sem margem a falhas e erros, assim os cristãos passam a cultuar o antigo testamento e suas tradições como o dízimo. Ideias a fazer os cristão viverem da “lei de Moisés”, ao qual foi abolida por Jesus.

– Israel como o Relógio de Deus –

Esta doutrina afirma que a RESTAURAÇÃO DE ISRAEL ocorreu em 1948 segundo suas interpretações. Más se Israel foi restaurada em 1948; para depois haver uma nova aliança de eterna, com a chegada do messias (Ezequiel 37:26), então o messias “Jesus” nunca não veio ao mundo “grifo meu”.

“Porque já muitos enganadores entraram no mundo, os quais não confessam que Jesus Cristo veio em carne. Este tal é o enganador e o anticristo.” (2 João 1:7)

– Jâmia e a Sola Scriptura –

Os Judeus que perseguiram Jesus, criaram o concílio de Jâmia, que tinha por finalidade impedir a propagação do cristianismo sobre a terra, pois apenas definiam inspirados, seu canon, apenas escrito em hebraico.

Ou seja; Um Canon totalmente partidarista e anticristão, pois definia que o ESPÍRITO SANTO NÃO SE REVELAVA POR OUTRAS LÍNGUAS, e que as escrituras refutavam, vejam: (1 Coríntios 14:21).

CANON admitido por Martinho Lutero que por ele definiu a sua sola escriptura e que além de exaltar o judaísmo, abole as Obras da Graça !

– Como percebe-se aqui as três formas induzem a INVOLUÇÃO, ou seja; o apego a “LEI” e a morte como afirmou Paulo, por imposições doutrinárias.

Vejam mais: O Deus de Israel ou da Igreja ? (filme 3min)

Fala como o Dragão

cordeiro-fala-como-dragao

“E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; e falava como o dragão.” (Apocalipse 13:11)

– Enquanto a maioria dos cristãos estão iludidos com com essa propaganda da implantação do chip como a marca da besta, milhares estão a muito tempo dominados e acumulando dia pós dia, as verdadeiras marcas da besta, se tornando imagens da besta por causa do espírito do Falso Profeta apocalíptico, com seus extremismos.

Assim na imagem, se mostram como o “CORDEIRO“, más rugem como o Dragão, como previu o profeta do velho testamento (Isaías 4:1); pois o termo mulher significa “Igreja ou comunidades”. Pois elas em nada querem compromisso com o evangelho do Cristo, apenas querem ostentar seu nome “cristãs”.

O falso cristo e suas imagens

imagem-da-besta-666

Para alinhar nossa tematica com fatos históricos atuais, vamos demonstrar o que se alimentou com ideías de um cristianismo distorcido em seu extremismo. O primerio da imagem acima era Rafael Leonidas Trujilos, ditador da república dominicana, cristão de direita.

Defendeu até dentro dos cultos de seu país idéias racistas de supremacias brancas. Como ditador, perseguiu e assassinou quase todos seus oponentes, numa ditadura militar sangrenta, como fantoche dos EUA. Ordenou o famoso Massacre da Salsa , onde 20.000 haitianos foram assassinados por suas tropas em maioria a golpes de facas, resolveres e pauladas.

genocidio-por-cristaos-extremistas

O segundo á direita é Ifrain Rios Month, ditador da Guatemala, cristão extremista dizia que  “o verdadeiro cristão carrega a Bíblia Sagrada em uma mão, e uma metralhadora na outra”.. Sua base de operações chamava de “Nova Jerusalém“, de direita como Trujilos e pentencostal, em quase 2 anos de seu governo foram extintas 600 aldeias maias no país. Testemunhas falam de invasão de aldeias e genocidios com brutalidades com mulheres e crianças e cadaveres decaptados até por katanas.

A Anistia Internacional constatou que 10 mil indígenas guatemaltecos morreram de março até julho; e que 100 mil ruralistas tiveram que fugir de suas casas. Esses não são os únicos, más todos os ditadores de direita em favor da agenda imperialista como a operação condor, como dogmas defendem a submissão de indigenas, tomadas de suas terras como regras do colonialismo. Pinochet, Jorge Rafael Videla, Anastasio Somoza, Papa Doc, Baby Doc, Alfredo Stroessner e até Hitler eram cristãos imagens da besta com suas marcas e seus número em forma doutrinária.

Vejam: A batalha final contra Satanás, más quem é o dragão do Apocalipse ?

chip-mondex-marca-besta-666

Farsa literal do chip eletrônico 666

Quanto ás Marca da Besta, se todos fossem obrigados pelo sistema a se adaptarem a mudanças, para poderem atuar na sociedade de forma mais cabível e moderna com a época atual, será que Deus castigaráia alguém por tentar dar comida á seus filhos, trabalhar e viver ao se submeter-se á um implante de qualquer chip ou simples tatuagem ?

A lógica nos diz que não.

E é claro que somente um atitude drástica relacionado á moral humana, para haver essa ameaça do salvador.

“…Se alguém adorar a besta, e a sua imagem, e receber o sinal na sua testa, ou na sua mão, Também este beberá do vinho da ira de Deus, …e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro.” (Apocalipse 14:9-10)

Porque não é aparencias que salvam ou condenam, más a essência e que este misticismo moderno é apenas fruto da ignorância, carro chefe das interpretações do Falso profeta apocalíptico.

Outro Evangelho

Hoje; esse outro evangelho ronda por ai, disponibilizado por este falso cristo, imagem da besta, cativando almas invigilantes, não apenas pregando o retrocesso sistematico pela religião, más moralmente também, destruindo toda mensagem na cruz, quando conduz a ideia de que “OBRAS” nada valem para a salvação do cristão, fato distorcido pelas cartas de Paulo que condeva as “Obras da Lei” que nada tem haver com as “Obras da Fé”contribuindo para uma sociedade totalmente fria, individualista e antifraterna.

Vejam: O Evangelho de Martinho Lutero

O conselho a que damos, é que parem de ficarem presos a conceito demasiadamente pequenos e inúteis, quem julgará é Deus, olhem para dentro de si, buscando seus erros; para que possam os modificarem, e não o dos outros !

A Grande batalha final

guerra-contra-senhor-batalha-armagedom

Com base sobre todos estes contextos até aqui, passamos a cincluir que com a popularização do anticristianismo em conjunto com outras culturas extremistas de outras religiões de forma global, gera-se o caus, a desordens, os conflitos de povos e culturas e favorecendo guerras tendo sempre como origem a ganância humana, consolidade pelo espírito capitalista destruidor, que consome natureza e todas vidas em suas diversas manifestações com a desculpa de progresso humano num conflito final, que ocasionará ao poder global as lideranças dessas forças involutiva, segundo seus planos.

E referindo á essa tentativa de retrocesso global por esta egrégora, o livro de apocalipse é taxativo:

“E vi a besta, e os reis da terra, e os seus exércitos reunidos, para fazerem guerra àquele que estava assentado sobre o cavalo, e ao seu exército.” (Apocalipse 19:19)

– Representando que todos que estão unidos em sintonias com estes principios são parte deste grande exercito contra o Senhor dos Senhores.

“E a besta foi presa, e com ela o falso profeta, que diante dela fizera os sinais, com que enganou os que receberam o sinal da besta, e adoraram a sua imagem. Estes dois foram lançados vivos no lago de fogo que arde com enxofre.” (Apocalipse 19:20)

– Dando a entender que serão condenado ao lago de fogo (simbólico) que representa estarem interditados para uma nova era, conhecido como “Novo Céu e Nova terra” por muitos outros cristãos, más independente de como cada um interpreta tal condenação.

Concluindo:

Esse estudo é para conscientizar os verdadeiros SACERDOTES MODERNOS no rompimento com estas doutrinas judaizantes sempre provindas do país do TIO SAN. Estes, poucos administradores de muitas igreja e humildes que são, interessados em seus próprios aperfeiçoamentos morais, assim como o alheio para o fortalecimento nas obras do cordeiro na terra.

Pois é só através da necessidade do respeito mútuo entre os cultos religiosos, baseado no espírito de liberdade das consciências, pelas praticas do amor e caridade universal é que nos libertaremos das marcas da besta, da imagem da besta e do número da besta, que ainda ronda o acampamento das almas cristãs invigilantes. Pois a verdadeira religião não impõem nada a ninguém.

Notas:

– Esta minha postagem foi criada em 2011, e tinha por nome (A Marca da Besta e o Declínio do Cristianismo) em 2013 e 2015 recebeu atualizações.

Agora em 2022, passa por outras revisões e diante do cenário religioso que ocorre em nosso país e EUA com a expansão do extremismo de direita ascendendo os sentimentos do nazifascismos como o Trupismo e o Bolsonarismo, podemos concluir que esta postagem se torna uma indireta e previsão aos tempos obscuros que vivemos hoje. Pirtanto, se cuidem dos maus instintos todos homens de boa vontade !

Observação:  O post pode ser compartilhado; contanto que seja mantido a fonte e nome do autor.

Para aqueles que se interessarem pela forma interpretativa e quiserem financiar meu futuro livro “Os últimos dias“, dirija-se a aba doações. Ou pelo PIX, chave: [email protected] Abraços a todos !

Autor: Valter J.Amorim – Espírita Kardecista e Universalista (Aquárius e Espada de Miguel)


Artigos Relacionadas:

Os Protocolos dos Sábios de Sião e a Agenda Reptiliana na terra

Cristãos Evangélicos Sionistas e o seus ideais anticristãos

Bolsonaro e sua igreja ao Brasil – Filhos da perdição (666)

Negacionismo pandemico covid 19 – A doutrina da Morte !

Francisco – O Papa negro odiado pela nova ordem mundial

Sionismo – O dragão do apocalipse e a invasão reptiliana

5/5 - (2 votes)